Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Vítima de explosão em casamento em São Pedro da União (MG) deve ser transferida de hospital - Pássaro da Ilha FM 103,3 » Todo mundo, tá ligado!


No comando: Madrugada 103

Das 01:00 às 04:59

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:59

No comando: Domingão Sertanejo

Das 05:00 às 19:59

No comando: Sábadaço

Das 08:00 às 10:59

No comando: Alô Bom Dia

Das 08:00 às 11:59

No comando: Programa Expresso

Das 11:00 às 12:59

No comando: Tá Ligado!

Das 12:00 às 15:59

No comando: Sábadaço

Das 13:00 às 18:59

No comando: Show da Tarde

Das 16:00 às 17:59

No comando: Mensagem de Fé

Das 18:00 às 18:10

No comando: Sertanejão 103

Das 18:11 às 18:59

No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 às 19:59

No comando: Parada 103

Das 20:00 às 20:59

No comando: Programação Musical

Das 20:00 às 21:59

No comando: Birds Night

Das 20:00 às 22:59

No comando: Planet Parede

Das 21:00 às 21:59

No comando: Classe A

Das 22:00 às 22:59

No comando: Flash Night

Das 23:00 às 23:59

No comando: Programa Luis Alberto

Das 23:00 às 23:59

Vítima de explosão em casamento em São Pedro da União (MG) deve ser transferida de hospital

Após determinação da Justiça de Guaranésia (MG), a Prefeitura de Cabo Verde (MG) deve transferir uma das vítimas da explosão de um galão de álcool em uma festa de casamento na Zona Rural de São Pedro da União (MG), na madrugada desse sábado (13), para um hospital especializado. Uma pessoa morreu após o incidente e outras sete ficaram feridas, sendo que ao menos três seguem internadas na Santa Casa de Guaxupé (MG). O secretário de Saúde de Cabo Verde, Marcelo Silvestre Rodrigues, disse que o município está tentando a transferência da paciente, mas foi informado que não há vaga.

Como apurado pelo ‘G1’, a vítima que deve ser transferida é Lúcia Maria da Silva Cecílio, de 47 anos, de Cabo Verde. Ela teve de 60 a 69% do corpo queimado e está internada na UTI da Santa Casa de Guaxupé.

 

Agora, segundo decisão do juiz plantonista Bruno Moya Raimundo, o município deve determinar a transferência de Lúcia para o Hospital João XXIII, especializado em queimados, ou para outra unidade do país que tenha esta especialidade. No caso de não haver vaga, segundo a decisão, o município deve custear a transferência para um hospital particular. O não cumprimento da determinação pode ocasionar multa diária de R$ 1 mil, limitada a R$ 30 mil.

 

A família da vítima informou que foi obtida uma vaga no hospital especializado de Ribeirão Preto (SP), na noite deste domingo (14). No entanto, um lado médico afirma que ela não está apta para a transferência.

 

Fonte: MSN

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook