Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

TRE de Minas vai auditar urnas eletrônicas por denúncias de fraudes - Pássaro da Ilha FM 103,3 » Todo mundo, tá ligado!

Fale conosco via Whatsapp: +55 35 99124-8325

No comando: Madrugada 103

Das 01:00 às 04:59

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:59

No comando: Domingão Sertanejo

Das 05:00 às 19:59

No comando: Sábadaço 1ª Edição

Das 08:00 às 10:59

No comando: Alô Bom Dia

Das 08:00 às 11:59

No comando: Programa Expresso

Das 11:00 às 13:59

No comando: Tá Ligado!

Das 12:00 às 15:59

No comando: Sábadaço 2ª Edição

Das 14:00 às 15:59

No comando: Show da Tarde

Das 16:00 às 17:59

No comando: Mensagem de Fé

Das 18:00 às 18:10

No comando: Sertanejão 103

Das 18:11 às 18:59

No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 às 19:59

No comando: Parada 103

Das 20:00 às 20:59

No comando: Programação Musical

Das 20:00 às 21:59

No comando: Birds Night

Das 20:00 às 22:59

No comando: Planet Parede

Das 21:00 às 21:59

No comando: Classe A

Das 22:00 às 22:59

No comando: Flash Night

Das 23:00 às 23:59

No comando: Programa Luis Alberto

Das 23:00 às 23:59

TRE de Minas vai auditar urnas eletrônicas por denúncias de fraudes

De acordo com a Justiça Eleitoral, o procedimento visa comprovar a lisura do processo e será aberto ao público.

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais fará neste sábado (20) uma auditoria, aberta ao público, em três urnas eletrônicas que foram usadas no primeiro turno das eleições no estado. O procedimento foi determinado em portaria publicada no Diário Judicial Eletrônico por causa do grande número de acusações de fraude e, segundo a Justiça Eleitoral mineira, para garantir a lisura do processo de votação já feito em 7 de outubro e o do próximo dia 28.

Urnas de São Paulo, Paraná e Santa Catarina devem passar por procedimentos semelhantes.

Segundo a portaria, foi considerado o “número expressivo de reclamações e lavratura de boletim de ocorrência” no primeiro turno. O Ministério Público Eleitoral encaminhou pedidos de auditoria relativos a Santa Rita do Sapucaí e Betim. A terceira urna que será auditada foi usada na Escola Estadual Bueno Brandão, que fica na Savassi, em BH, e foi alvo de alto número de reclamações.

TRE nega fraude

O TRE reafirmou que não houve fraude no processo do primeiro turno das eleições e alegou que a auditoria será feita justamente para comprovar isso. “O procedimento será feito diante da necessidade de garantir a lisura e legitimidade das eleições, principalmente para esclarecimento dos cidadãos quanto à confiabilidade das urnas eletrônicas”, afirmou o corregedor regional eleitoral, desembargador Rogério Medeiros, que determinou a medida.

A auditoria foi marcada para sábado na unidade do TRE na Avenida Prudente de Morais, 320, a partir das 8h e, de acordo como TRE, qualquer pessoa pode acompanhar.

A Polícia Federal e o Ministério Público acompanharão o procedimento, que será transmitido em telão no saguão do prédio da Justiça Eleitoral.

De acordo com a assessoria, pessoas que forem ao local poderão entrar na sala de acordo com a capacidade de lotação. Toda a auditoria será filmada.

O TRE explicou que a auditoria consiste em uma simulação de votação, feita a partir de cédulas impressas com os registros digitais dos votos da votação original das seções. Segundo a Justiça Eleitoral, os votos de papel vão refletir o quantitativo dado a cada um dos candidatos no primeiro turno.

As urnas irão para a auditoria com os mesmos dados da eleição de 7 de outubro, com todos os candidatos a presidente, governador, deputado federal, deputado estadual e senadores.
O resultado nas urnas que serão auditadas foi de vitória para Jair Bolsonaro (PSL), no âmbito da disputa pela presidência, e para Romeu Zema (Novo), na corrida pelo governo de Minas.

Na urna de Santa Rita do Sapucaí, Bolsonaro teve 113 votos, Fernando Haddad 15 e Ciro Gomes 14. Na disputa ao governo foram 86 votos para Zema, 70 para Anastasia e 10 para Pimentel.

A urna de Betim registrou 136 votos para Bolsonaro, 41 para Fernando Haddad e 30 para Ciro. No estado, foram 114 votos para Zema, 43 para Anastasia e 50 para Pimentel.

Já o boletim da Escola Bueno Brandão registrou 220 votos para Bolsonaro, 84 para Ciro Gomes e 29 para Haddad. Para o governo foram 170 votos de Zema, 130 de Anastasia e 39 de Pimentel.

Fonte: EM

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook