Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Puxados pelo limão tahiti, que subiu 66%, alimentos ficam mais caros - Pássaro da Ilha FM 103,3 » Todo mundo, tá ligado!


No comando: Madrugada 103

Das 01:00 às 04:59

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:59

No comando: Domingão Sertanejo

Das 05:00 às 19:59

No comando: Sábadaço

Das 08:00 às 10:59

No comando: Alô Bom Dia

Das 08:00 às 11:59

No comando: Programa Expresso

Das 11:00 às 12:59

No comando: Tá Ligado!

Das 12:00 às 15:59

No comando: Sábadaço

Das 13:00 às 18:59

No comando: Show da Tarde

Das 16:00 às 17:59

No comando: Mensagem de Fé

Das 18:00 às 18:10

No comando: Sertanejão 103

Das 18:11 às 18:59

No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 às 19:59

No comando: Parada 103

Das 20:00 às 20:59

No comando: Programação Musical

Das 20:00 às 21:59

No comando: Birds Night

Das 20:00 às 22:59

No comando: Planet Parede

Das 21:00 às 21:59

No comando: Classe A

Das 22:00 às 22:59

No comando: Flash Night

Das 23:00 às 23:59

No comando: Programa Luis Alberto

Das 23:00 às 23:59

Puxados pelo limão tahiti, que subiu 66%, alimentos ficam mais caros

Preços dos alimentos aumentam, no atacado.

Nas unidades da Ceagesp, a Ceasa de SP, que abastece praticamente todo o País, a alta em setembro foi de 0,85 por cento.

O maior avanço ficou por conta dos pescados, que subiram em média cinco e meio por cento.

Destaque negativo para tainha, cujo preço mais que dobrou.

Entre as frutas, chamaram a atenção o limão tahiti, com alta de nada menos que 66 por cento.

E os avanços da carambola, da banana e do figo.

A boa notícia é que nos grupos legumes, verduras e alimentos diversos, os preços no geral caíram.

Abobrinha, ervilha, vagem, pepino japonês, brócolis e cebola, por exemplo, ficaram entre 20 e 33 por cento mais baratos.

Mas nesses grupos também foram registrados avanços. Inclusive nos preços do alho, do milho verde e do jiló.

 

Fonte: rádio 2

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook