Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Para três a cada quatro brasileiros, Bolsonaro deveria ir a debates - Pássaro da Ilha FM 103,3 » Todo mundo, tá ligado!

Fale conosco via Whatsapp: +55 35 992600800

No comando: Madrugada 103

Das 01:00 às 04:59

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:59

No comando: Domingão Sertanejo

Das 05:00 às 19:59

No comando: Sábadaço

Das 08:00 às 10:59

No comando: Alô Bom Dia

Das 08:00 às 11:59

No comando: Programa Expresso

Das 11:00 às 13:59

No comando: Tá Ligado!

Das 12:00 às 15:59

No comando: Sábadaço

Das 14:00 às 18:59

No comando: Show da Tarde

Das 16:00 às 17:59

No comando: Mensagem de Fé

Das 18:00 às 18:10

No comando: Sertanejão 103

Das 18:11 às 18:59

No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 às 19:59

No comando: Parada 103

Das 20:00 às 20:59

No comando: Programação Musical

Das 20:00 às 21:59

No comando: Birds Night

Das 20:00 às 22:59

No comando: Planet Parede

Das 21:00 às 21:59

No comando: Classe A

Das 22:00 às 22:59

No comando: Flash Night

Das 23:00 às 23:59

No comando: Programa Luis Alberto

Das 23:00 às 23:59

Para três a cada quatro brasileiros, Bolsonaro deveria ir a debates

Para 73% brasileiros, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, deveria comparecer a debates contra seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad (PT). O número representa ser esta a posição, portanto, de três a cada quatro brasileiros entrevistados pelo instituto Datafolha, em nova pesquisa que foi divulgada na noite desta quinta-feira 18.

Outros 23% consideram que o presidenciável não deveria comparecer, enquanto 4% não souberam responder à pergunta. Dos entrevistados, 67% disseram considerar os debates como importantes para a decisão de voto nas eleições. Ao todo, 13% disseram considerar “um pouco importante”, enquanto 19% não levam os encontros transmitidos pela televisão em consideração.

Bolsonaro não foi aos últimos debates do primeiro turno, se recuperando de uma facada que sofreu no começo do mês passado, durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). Ele foi vetado nos primeiros encontros do segundo turno pela equipe médica. O postulante foi liberado a comparecer a partir desta semana, mas o presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, já adiantou que Bolsonaro não pretende participar de nenhum debate até o próximo dia 28.

A pesquisa do Datafolha mostrou Bolsonaro mais uma vez em primeiro lugar, com 59% das intenções de voto, quando são considerados apenas os sufrágios válidos, excluindo brancos e nulos. Haddad tem 41%. A diferença entre os dois candidatos oscilou de dezesseis para dezoito pontos percentuais, dentro da margem de erro do levantamento, de dois pontos, para mais ou para menos.

O levantamento também mostrou Haddad como o candidato mais rejeitado, com 54% dos eleitores dizendo que não consideram escolhê-lo como presidente no próximo dia 28. Esse número é de 41% em relação a Bolsonaro.

A pesquisa Datafolha ouviu 9.128 pessoas entre os dias 16 e 18 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, com índice de confiança de 95%. O levantamento foi contratado pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo e registrado na Justiça Eleitoral sob a identificação BR-07528/2018.

Fonte: MSN Brasil

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook