Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Doenças causadas por falta de saneamento causam mais de 260 mil internações por ano, só na rede pública - Pássaro da Ilha FM 103,3 » Todo mundo, tá ligado!


No comando: Madrugada 103

Das 01:00 às 04:59

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:59

No comando: Domingão Sertanejo

Das 05:00 às 19:59

No comando: Sábadaço

Das 08:00 às 10:59

No comando: Alô Bom Dia

Das 08:00 às 11:59

No comando: Programa Expresso

Das 11:00 às 12:59

No comando: Tá Ligado!

Das 12:00 às 15:59

No comando: Sábadaço

Das 13:00 às 18:59

No comando: Show da Tarde

Das 16:00 às 17:59

No comando: Mensagem de Fé

Das 18:00 às 18:10

No comando: Sertanejão 103

Das 18:11 às 18:59

No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 às 19:59

No comando: Parada 103

Das 20:00 às 20:59

No comando: Programação Musical

Das 20:00 às 21:59

No comando: Birds Night

Das 20:00 às 22:59

No comando: Planet Parede

Das 21:00 às 21:59

No comando: Classe A

Das 22:00 às 22:59

No comando: Flash Night

Das 23:00 às 23:59

No comando: Programa Luis Alberto

Das 23:00 às 23:59

Doenças causadas por falta de saneamento causam mais de 260 mil internações por ano, só na rede pública

Falta de saneamento básico foi a causa de mais de 260 mil internações, no ano passado, só na rede pública de saúde.

 

O custo disso para os cofres públicos chegou a 100 milhões de reais, apontam dados do Governo Federal.

 

Esses pacientes foram vítimas de doenças comuns em áreas onde não há fornecimento de água tratada ou coleta e tratamento de esgotos. Por exemplo: diarreia, leptospirose e hepatite.

 

O número de internações é menor que em 2016, quando o SUS registrou a entrada de 350 mil pacientes. Mas, ainda assim, é considerado preocupante.

 

Estudos internacionais apontam que pra cada real investido em saneamento, quatro são economizados em saúde pública.

 

Pesquisa do IBGE mostrou que, nos últimos dois anos, quase duas mil cidades brasileiras registraram doenças causadas por falta de saneamento e de coleta de lixo.

 

Enquanto dados do Instituto Trata Brasil indicam que o País trata menos da metade do esgoto coletado.

 

fonte: rádio 2

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook