Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Custo para manutenção de veículo afugenta motoristas da renovação obrigatória da CNH - Pássaro da Ilha FM 103,3 » Todo mundo, tá ligado!


No comando: Madrugada 103

Das 01:00 às 04:59

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:59

No comando: Domingão Sertanejo

Das 05:00 às 19:59

No comando: Sábadaço

Das 08:00 às 10:59

No comando: Alô Bom Dia

Das 08:00 às 11:59

No comando: Programa Expresso

Das 11:00 às 12:59

No comando: Tá Ligado!

Das 12:00 às 15:59

No comando: Sábadaço

Das 13:00 às 18:59

No comando: Show da Tarde

Das 16:00 às 17:59

No comando: Mensagem de Fé

Das 18:00 às 18:10

No comando: Sertanejão 103

Das 18:11 às 18:59

No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 às 19:59

No comando: Parada 103

Das 20:00 às 20:59

No comando: Programação Musical

Das 20:00 às 21:59

No comando: Birds Night

Das 20:00 às 22:59

No comando: Planet Parede

Das 21:00 às 21:59

No comando: Classe A

Das 22:00 às 22:59

No comando: Flash Night

Das 23:00 às 23:59

No comando: Programa Luis Alberto

Das 23:00 às 23:59

Custo para manutenção de veículo afugenta motoristas da renovação obrigatória da CNH

Quem já ouviu dizer que “carro é um membro da família” pode fazer as contas e comprovar.

Os gastos mensais com manutenção do veículo chegam próximo de uma mensalidade escolar ou convênio médico.

Esse pode ser um dos motivos que afasta os motoristas da renovação da Carteira Nacional de Habilitação – CNH. Taí mais uma despesa.

Para validar o documento, o condutor gasta, em média, de 130 a 240 reais., entre exames médico e psicotécnico, taxa de emissão do documento no Detran ou recebimento pelo Correio.

Só em São Paulo, o número de motoristas que não renovaram a CNH quase triplicou em três anos.

Em 2015, 49 mil carteiras deixaram de ser renovadas. Até julho deste ano o número saltou para quase 137 mil.

Os dados são do Detran, obtidos pela Folha de São Paulo.

A despesa é só mais uma no custo mensal estimado em 790 reais para manter um carro popular de valor aproximado de 25 mil.

São gastos com IPVA, seguro obrigatório, o Dpvat, revisão, combustível, estacionamento e o desgaste do veículo.

O número de carteiras de motorista emitidas no Brasil atingiu o ápice em 2014, com TRÊS MILHÕES de documentos.

De lá pra cá, caiu gradativamente até atingir, no ano passado, pouco mais de DOIS MILHÕES.

 

fonte: rádio 2

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook